Blog

Fontes tão doces quanto o mel

Recentemente a APIS design escolheu a Graviola como sua tipografia institucional. Focada no mercado de educação e cultura, a APIS design é especializada no desenvolvimento de soluções estratégicas através do design editorial e identidade de marca. Quando desenhei a Graviola em 2014 eu não imaginava que veria uso tão doce quanto este. A nova identidade visual […]

Densia Sans será atualizada

Eu dei início à Harbor Type quase 6 anos atrás com a Densia Sans. Meus objetivos então eram desenhar uma tipografia do zero e testar o mercado. Acabou que eu gostei do processo e decidi fazer da tipografia a minha profissão. Viva Densia Sans!

Dobradinha na Hiii Typography 2018

A Kiperman e a Rocher foram agraciadas com o Merit Award na Hiii Typography 2018. Já em sua 5ª edição, a Hiii Typography International Typography Design Competition é organizada pela Hiiibrand Inc. e tem como objetivo encontrar talentos, recompensar excelentes trabalhos e promover o type design como um todo.

Como animar fontes variáveis com Python e Drawbot

Um dos usos mais comuns das fontes variáveis (ou variable fonts, em inglês) é para fazer animações. Você já deve ter visto esse tipo de animação por aí: fontes ganham e perdem peso, ficam mais largas ou mais estreitas, ou até mesmo variam entre uma fonte normal e uma versão stencil, sempre de forma extremamente suave.

Você não precisa comprar softwares caros para fazer isso. Na realidade, boa parte dessas animações podem ser produzidas utilizando o Drawbot, um software grátis para o MacOS. Embora o Drawbot tenha sido desenvolvido como uma ferramenta para aprender a programar em Python, sua capacidade de gerar arquivos PDF, SVG, PNG, MP4, GIF e outros formatos acabou o tornando uma excelente ferramenta para automatizar tarefas de design gráfico em geral. É possível até mesmo diagramar um livro inteiro nele com saída para PDF em CMYK!

Malva 2.0: agora com fontes variáveis

A versão 2.0 da Malva está aqui e ela trouxe fontes variáveis! Se você não sabe o que isso significa, fontes variáveis (ou variable fonts) são uma das tecnologias tipográficas mais interessantes dos últimos anos. Este novo formato permite que você tenha vários estilos em um único arquivo. Todos os estilos são organizados em eixos de variação, o que significa que você pode escolher o peso exato que você precisa (ou qualquer outra variação que a fonte possa ter). Chega de ficar querendo que o bold fosse mais pesado ou que a regular fosse um pouquinho mais leve.

Redesign do site

Depois de meses de muito trabalho, é com muita alegria que anuncio que este site recebeu uma merecida atualização. Desenhei o novo site com uma estratégia de mobile-first. Não importa se você esteja acessando a partir de um celular ou um computador, você encontrará muito mais informações sobre cada tipografia, incluindo seus recursos OpenType, conjunto de caracteres completo, suporte a idiomas e um testador na própria página.

Kiperman: uma homenagem tipográfica

Você provavelmente já sabe que o principal motivo que leva uma empresa a investir em uma tipografia customizada é quando não existe uma tipografia de varejo que atenda exatamente suas necessidades de comunicação. Além disso, pode ser que ela precise de exclusividade, uma família tipográfica que ninguém mais poderá usar. Pode ser ainda que esta empresa é muito grande, com milhares de funcionários, e comprar uma licença para toda essa gente ficaria muito caro. Ou então ela precisa utilizar softwares ou processos bem específicos e não é qualquer fonte que funciona corretamente nestas condições.

Qualquer um dos argumentos citados já justificaria uma tipografia sob encomenda. Mas o que nem sempre é lembrado é que uma tipografia customizada também é uma ótima oportunidade para homenagear alguém.

Fontes customizadas no Kindle

Uma atualização recente do Kindle trouxe a possibilidade de usar qualquer fonte para ler qualquer ebook. Isso tornou o processo de testar fontes muito mais fácil. Antes desta atualização, testar fontes no Kindle significava editar um ebook usando o Calibre e depois transferi-lo para o meu Kindle Paperwhite. Isso não seria um problema não fosse o fato que toda e qualquer versão com mínimas alterações nas fontes precisava de um novo arquivo do ebook, lotando a minha biblioteca com dezenas de cópias de um livro que eu nunca iria ler…

Scripts para o Glyphs

Uma rápida atualização para quem desenvolve fontes no Glyphs. Recentemente publiquei meu primeiro repositório no GitHub com alguns scripts de código aberto. Suas funcionalidades vão de muito simples (abrir todos os nós, abrir os nós selecionados) até razoavelmente complexo (uma solução quase completa para exportar e importar SVGs para fontes coloridas).

O estado dos sublinhados e tachados

Algumas semanas atrás, enquanto desenvolvia uma tipografia customizada para um cliente, me perguntaram se era possível ajustar a posição e a espessura dos sublinhados e tachados. Eu sabia que era possível modificar estes valores no Glyphs, Fontlab ou qualquer outro editor de fontes. Mas honestamente, eu nunca me preocupei em configurar isso porque sabia que estes valores não eram cumpridos pela maioria dos softwares gráficos. Como este era um projeto por encomenda, estes pequenos ajustes de sublinhado e tachado poderiam evitar algumas dores de cabeças quando o meu cliente fosse diagramar seus documentos. Com isso em mente, decidi investigar o assunto.